2019 - Liga de Medicina Clínica - Universidade Federal do Ceará

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram - @lmcufc

No Alvo

Paciente, 57 anos, funcionária de um santuário animal, há 4 dias vem apresentando febre, astenia severa, mialgia e artralgia. Ao exame físico, foi evidenciada esta lesão no braço esquerdo.

 

Qual o nome do achado? Qual o provável diagnóstico? Qual o vetor?

Caso 23.jpg

BORRELIOSE OU DOENÇA DE LYME     

    
 

A doença de Lyme é uma doença infecciosa causada pelas bactérias do complexo Borrelia burgdorferi, e transmitida por carrapatos do gênero Ixodes, o Amblyomma cajennense (o mesmo que transmite a febre maculosa) sendo a principal espécie no Brasil. Para transmitir a doença o carrapato precisa passar um longo período aderido a pele. As manifestações da doença se iniciam entre 3 a 32 dias da exposição, e normalmente consistem em: Dor de cabeça, dor muscular, mal estar, febre, dores nas articulações e o Eritema Migrans, normalmente em forma de alvo, patognomônico desta doença.

Este rash normalmente não é pruriginoso nem dolorido, aparece no local da picada – não por reações imunomediadas a mordedura, e sim por infeção pela Borrelia – 80% dos infectados desenvolvem o Eritema.

Se não tratada, a doença de Lyme progride com sintomas severos, como paralisia facial uni ou bilateral, artrites com edema na articulação, perdas de memória, dores de cabeça severas com rigidez cervical, taquicardia, entre outros.

E mesmo com o tratamento apropriado, os sintomas podem ocorrer, em até 20% dos casos, em graus variados de gravidade, durando pelo menos 6 meses. Os esforços de prevenção se concentram em prevenir a mordedura do carrapato, a antibióticoprofilaxia com Doxaciclina não é mais recomendada para os mordidos.