2019 - Liga de Medicina Clínica - Universidade Federal do Ceará

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram - @lmcufc

O Zumbido

Paciente idosa, com queixa de vertigem, náusea, zumbidos e “sorriso torto”. À ectoscopia, nota-se essas vesículas dolorosas em ouvido direito (imagem).

Como diferenciar um acometimento central de um acometimento periférico?

 

Qual o provável diagnóstico? Qual um importante diagnóstico diferencial?

A lesão central do nervo facial leva a um acometimento exclusivo da porção inferior da hemiface contralateral à lesão, pois a porção superior da face recebe inervação dos dois hemisférios cerebrais.

A Síndrome de Ramsay-Hunt (SRH) decorre do envolvimento do nervo facial (VII) e vestíbulo-coclear (VIII) e se caracteriza por dor no ouvido associada a erupções cutâneas dentro e ao redor do meato auditivo externo, com paralisia facial. Embora a SRH seja tradicionalmente definida como paralisia do neurônio motor inferior facial com zoster oticus, muitos destes pacientes também têm zumbido, perda auditiva, náuseas, vômitos, vertigens e nistagmo indicando envolvimento não só do gânglio geniculado, mas também do oitavo nervo craniano.

A sua fisiopatologia está ligada à reativação do Vírus Varicela-Zóster (VZV) no gânglio geniculado do nervo facial, ocorrendo geralmente em idosos e imunodeprimidos. Raramente, nervos cranianos V, VI, IX e X também pode estar envolvido.

Faz diagnóstico diferencial com paralisia de Bell, otite externa e neuralgia do trigêmeo. Comparado com paralisia de Bell (paralisia facial periférica sem erupção cutânea), indivíduos com a SRH muitas vezes têm uma paralisia facial de início mais grave e são menos propensos a se recuperar completamente. Além disso, paralisia facial periférica causada por VZV pode desenvolver-se na ausência de erupção.